Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

À beira-mar

14524398_615844651921265_6176755720054668006_o.jpg

 

Tal como um búzio caído
Meu amor
À beira-mar
Pus na guitarra o ouvido
Tive a alma a soluçar
Pelo mar
Com o mar

Foi tão triste essa alegria
Vibrando cá bem no fundo
ó Meu amor, como eu queria
Oferecer-te o fado
E o mundo
Mais profundo
Mais profundo

Tal como um búzio na areia
Das praias do meu país
É a saudade que enleia
A espuma de ser feliz
Neste sonho de raiz
De marés
Português

Desde então, o meu destino
É o meu xaile traçado
Em cruz, mortalha do peito
Sou do fado, e deste jeito
Por ter um búzio guardado
No areal da aventura
Mais pura

Manuel Neto dos Santos em TEXTOS PARA FADOS- inéditos
(Alcantarilha)

Fotografia - Praia do Castelejo . Vila do Bispo por Eurídice Cristo