Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Rumor de água

14022128_597479597091104_6438273275464184875_n.jpg

 

Onde um rumor de água é só silêncio,
Tenho a surdez de mim, rasgada, inteira;
Ofereço o ribombar desta maré
De mil versos diversos,
De canseira; morro de pé.
Dezasseis luas altas
Um ano e pouco,
Uma eternidade;
Desde que partiste,
Triste,
Do que não sei quem sou…
Sou só metade,
Será que me sobejas, que me faltas?
Na minha noite de quatro muros
Rasguei portas e janelas
No comprimento, e largura;
Sonhos por terra,
A abóbada celeste por loucura.

Manuel Neto dos Santos, do livro "Sulino"

Fotografia da Praia da Rocha por Filipe Santos Photography/Fotografia