Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL em 12.01.18

ALGARVE Casa Tradicional

  Casa Tradicional Inspirações mourasA arquitectura tradicional algarvia reflecte a história, o gosto popular e as necessidades das gentes do sul. A brancura da cal nas paredes, eficaz (...)
RUMO AO SUL em 07.01.18

O corridinho

 O corridinho, que também se baila em algumas terras do Ribatejo e do Alentejo, é sem dúvida a dança mais tradicional do Algarve. Os pares juntos numa roda dançam ao ritmo da música e do (...)
RUMO AO SUL em 03.10.17

Lenda para Lagoa

 Naqueles tempos antigos, Em tempos que já lá vão, Viviam como inimigos Os Povos moiro e cristão.Era a guerra sempre acesa, Tremenda, brava e cruel, E, ao redor, a natureza, Se tinha gosto, (...)
RUMO AO SUL em 09.09.17

Dias de então

 Há muito partiram os dias de então, Com a tabuada cantada ao serão! Quase nada resta a não ser o verão, Das tardes brincando jogando ao pião…Alfarroba torrada, azeite no pão, Broa (...)
RUMO AO SUL em 04.09.17

A arte a nossos pés!

  A «Calçada Portuguesa» da Rua de Santo António, em Faro, foi construída em 1970 tornando pedonal aquela artéria . Foi projetada por Ramiro Fernandes e implementada por uma equipa (...)
RUMO AO SUL em 26.07.17

Tempo da Lenda das Amendoeiras

  Romance da princesa Do país dos gelos que Em terras de moirama Suspirava contado Em louvor da fantasia Dum povo que Nasce vive e morre Entre o céu e a água. (...) A Princesa Ai portas do (...)
RUMO AO SUL em 26.07.17

Os algarvios

 "Os algarvios orgulham-se do seu carácter informal, simpático e acolhedor, recebendo bem os forasteiros e adaptando-se de forma positiva às mudanças que trouxe o crescimento do turismo nas (...)
RUMO AO SUL em 26.07.17

Lenda : A Fonte Coberta (Lagos)

   Em um sítio chamado a Fonte Coberta, nas proximidades de Lagos, existe encantado um mouro ou uma moura. Em certa ocasião foi uma pobre mulher buscar água à fonte, e ao afastar-se viu (...)
RUMO AO SUL em 29.05.17

A chaminé algarvia

 A chaminé algarvia tem um condão especial... É fruto da fantasia, deste povo sem igual, de poetas, de sonhadores, serranos e pescadores, que viraram para os céus, a pedir graças a DEUS o (...)
RUMO AO SUL em 26.04.17

Doces Algarvios

 A gastronomia algarvia remonta aos tempos históricos da presença romana e árabe e as amendoeiras algarvias dão o fruto de que se fazem os doces da região como os morgadinhos, os (...)
RUMO AO SUL em 11.02.17

Algarve...

  Jardim das mil e uma fantasias e o céu, tonto de sol, pintado a cores de inverosímeis, multiplos fulgores, jardim das mil e uma fantasias. António BaltéCartaz de Flores do Algarve
RUMO AO SUL em 08.02.17

A lenda das amendoeiras

 Dizem que, num certo dia A flor da amendoeira Surgiu na terra algarvia Desta bizarra maneira: Quando esta província linda. De tão nobre e alta fama, (Há já muito!...) estava ainda Sob (...)
RUMO AO SUL em 02.02.17

Lenda dos três irmãos de Alvor

 Corre entre o povo de Alvor que os três pequenos rochedos localizados na Praia dos Três Irmãos, em Alvor, simbolizam três irmãos pescadores que apanhados inesperadamente no meio de uma (...)
RUMO AO SUL em 01.02.17

Meu canto velhinho

 Eu canto à serra algarvia Canto à flor de amendoeira Canto ao mar, canto à ria Canto à casa, à lareira… Eu canto à minha maneira Como canta o passarinho Ao Algarve, à terra inteira
RUMO AO SUL em 26.01.17

Lenda das Amendoeiras em Flor

 Há muitos e muitos séculos, antes de Portugal existir e quando o Al-Gharb pertencia aos árabes, reinava em Chelb, a futura Silves, o famoso e jovem rei Ibn-Almundim que nunca tinha (...)
RUMO AO SUL em 07.01.18

Platibanda

 Azul-cobalto, almagre, amarelo ocre, aqui e ali um verde escurecido dão vida às casas algarvias através das suas platibandas. Platibandas que são parapeitos baixos a conter as açoteias (...)
RUMO AO SUL em 06.10.17

Aguardente de Medronho

 Aguardente de Medronho é tradição secular em MonchiqueA aguardente de medronho faz parte da identidade cultural e gastronómica da vila de Monchique e representa uma tradição secular que (...)
RUMO AO SUL em 01.10.17

Lenda da moura de Albufeira

 Conta a lenda que o Rei Afonso III vivia na altura no castelo de Albufeira, nas muralhas do castelo, apaixonou-se pela escrava, uma moura que se chamava Alina, era uma moura muito linda e o (...)
RUMO AO SUL em 05.09.17

Costa Vicentina

 A Costa Vicentina localiza-se no litoral sudoeste da costa alentejana e barlavento algarvio em redor do Cabo de São Vicente. A Costa Vicentina e Parque Natural do Sudoeste Alentejano é o (...)
RUMO AO SUL em 02.09.17

Laranja do Algarve

  Para descrever a laranja algarvia bastam duas palavras: SUMARENTA e DOCE. As nossas laranjas estão distinguidas pela União Europeia (UE) desde 21 de junho de 1996 com a indicação (...)
RUMO AO SUL em 26.08.17

PORTAS ALGARVIAS

 A arquitetura tradicional algarvia reflete a história, o gosto popular e as necessidades das gentes do sul. As portas tradicionais são em madeira e quase sempre apresentam postigos que, nas (...)
RUMO AO SUL em 26.07.17

Lenda da Moura de Pêra

 Numa povoação perto de Pêra, existe uma horta que tem um tanque e uma nora. Perto desse tanque estão enterrados, objetos muito valiosos. Conta-se, que naquele mesmo lugar, há muito tempo, (...)
RUMO AO SUL em 26.07.17

XARÉM

Mais conhecido no Algarve como Papas de Milho, tem a acompanhá-lo as ameijoas, as conquilhas, o berbigão, o toucinho frito e o chouriço. Marca única da cozinha regional algarvia, pode ainda (...)
RUMO AO SUL em 29.06.17

Corridinho

  Tinha por regra correr, como doido, atrás da vida e na pressa desmedida erguia-se o meu viver. Corria atrás de mim mesmo como de fera evadida; que galope era essa vida, pelas fazendas, pelo (...)
RUMO AO SUL em 24.05.17

Atira'tó mar

 Atira'tó mar e diz que t'empurrarem. Beija-me da boca e chama-me TarzanMo', qué que fazes aqui? Ma' p'qué que tu me deixaste da mão? Já tou fart' de pensar em ti. Tens uma mania qu' até (...)
RUMO AO SUL em 26.04.17

Lenda de Estoi

 Diz a tradição antiga,Que é a voz do nosso Povo, Que, ao rumor duma cantiga, O que é velho é sempre novo.Só por isso, eu vou narrar O que alguém a mim contou, Numa noite de luar Que há (...)
RUMO AO SUL em 09.02.17

Algarve, serras mansas

 Algarve, serras mansas, onduladas, Aos poucos aplanando-se em campinas… Praias de areia e rochas arrendadas… Verdes sapais e manchas de salinas… António BaltéCartaz elaboadopela (...)
RUMO AO SUL em 05.02.17

Tavira

   Do céu quero alegria, Do teu mar a maresia, Tavira, terra algarvia, Onde outra vez nasceria! Perfume de amendoeira, Alfarrobas para trincar Os figuinhos da piteira, Tavira beijando o mar.
RUMO AO SUL em 01.02.17

Lenda do Rio Arade

Rio Arade, rio Arade, Diz a voz da tradição Que uma moira aqui chorou, Trazida por Rei Cristão... Foi em tempos tão remotos, Em tempos que já lá vão, Que a luta era mais acesa Entre a (...)
RUMO AO SUL em 31.01.17

O Meu Algarve ...

 Tu que mostraste aqui mais do que em toda a parte O intenso poder do teu génio fecundo, Que fizeste este Céu para inspirar a Arte E lhe deste por isso o melhor sol do mundo: Ensina algum (...)
RUMO AO SUL em 30.01.17

ALTE - LENDA

  Diz a lenda que Alte surgiu de um desentendimento entre uma lavradeira rica na região e o padre. Quando um dia não a deixou entrar na igreja, esqueceu-se dela para a missa. Aí ela decidiu (...)
RUMO AO SUL em 23.01.17

Senhora da rocha

   Tu não estás como Vitória à proa Nem abres no extremo do premonitório as tuas asas Nem caminhas descalça nos teus pátios quadrados e caiados Nem desdobras o teu manto na escultura do vento Nem ofereces o teu ombro à seta da luz pura