Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL em 26.04.17

Pedras que piso

  Não sei as pedras que piso Na vereda agreste Mas sei o rumo que sigo Não sei onde me leva o vale Nas suas águas bravas Mas sei que é para o mar Não sei aonde me leva o grito Na sua (...)
RUMO AO SUL em 27.02.17

O silêncio

  O silêncio é agora a minha fala. Escrevo-o nas linhas rasgadas a céu aberto com um archote de palavras da chama ténue, quase ausente. De pena e aparo em riste como o dardo curvo e breve