Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL em 07.06.17

Paisagem

  Deixo habitar, em mim, toda a paisagem; Entra pela pele nervos, pelas artérias E põe nuances, vagas e etéreas Para a descoberta, a breve cabotagem. E eu sou o que contemplo, a vastidão
RUMO AO SUL em 26.04.17

Que mais somos

  Que mais somos do que pó e desejo, reflexo baço dos sonhos por cumprir? Hálito frio dos dias derrotados na luta contra o esmeril do tempo que nos gasta lentamente. Que mais somos do que (...)
RUMO AO SUL em 18.02.17

Mar Português

    Ó mar salgado. quanto do teu sal São lágrimas de Portugal! Por te cruzarmos, quantas mães choraram, Quanos filhos em vão rezaram! Quantas noivas ficaram por casarPara que fosses (...)
RUMO AO SUL em 03.06.17

Breves Notícias do Silêncio

  O interior da existência de um homem é o oceano mais profundo que possamos navegar; navegar, por dentro de um rumor constante, sob a mestria da lua, para que a melancolia nos surja como (...)
RUMO AO SUL em 24.02.17

Sempre as palavras

  Sempre as palavras só as palavras, esses corcéis de vento e espuma velozes como um açoite, moldáveis como barro duras como granito, no trote marcado na fímbria e no grito de cada noite, no galope