Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

A Cegonha (Canção alentejana )

10981852_390124187826647_8384066123998019878_n.jpg

 


O meu bem a sério
Inda não nasceu
Deus queira que nasça
Deus queira que nasça
P'ró amar sou eu.

Lá vem a cegonha
No bico um raminho
De meia encarnada
Vem dando à chegada
Ao seu velho ninho.

Ao seu velho ninho
Ponha os ovos ponha
Que seja bem-vinda
Branquinha tão linda
Lá vem a cegonha.

Senhora cegonha
Como tem passado?
Não há quem a veja
A ir à Igreja
Pousar no telhado.

Quando chega o Outono
Há uma que canta
Anuncia a hora
Que se vai embora
Leva meia branca.

Folclore musical do Baixo-Alentejo

Fotografia de Pedro Cabeçadas
(Faro)