Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

A Semente

 

12631476_513906118781786_119198176242207815_n.jpg

 

Pelo caminho estreito que procuro,
fogem, grasnando, patos assustados.
Entre o caminho e as quintas há um muro
simpático, – caiado dos dois lados.

Sempre que vê passar bocas famintas,
segreda para dentro, resoluto;
e logo qualquer árvore das quintas
deita um braço de fora e estende um fruto.

Um dia, o vento trouxe uma semente;
a terra que no muro dormitava
lembrou-se que era terra… e, de repente,
brotou do muro uma figueira brava!

Leonel Neves, em "Natural do Algarve", Guimarães Editores, 1968

Arte - Falcão Trigoso - Seca dos figos em Alte

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.