Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

À Sirga

11403276_450711285101270_3892945799691650816_n.jpg

 

O vento sul

Soprado entre os esteiros
Traz o meu barco
Nos canais da ria

Aqui sou eu que faço a bolina
Porque as margens
São filhas da minha voz
E as rotas dos barcos nascem
Por dentro dos meus olhos cavos
E dos sussurros das musas
Que vão no vento
Filho dos meus lábios

A minha terra é para além da salsugem
E o vento sabe que habito a norte
Por isso me devolve ao leito
E ao ancoradouro
Levando-me à sirga
Puxado pelas suas brisas
E pelas tranças mouras

Fernando Reis Luís, do livro "Marés & Maresias"
Fotografia - Henrique André
(Faro)