Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Boca

10690339_467949126710819_7764370352364364649_n.jpg

 
Irrompe feito Verbo, o pensamento
Pela boca, e na graça de um sorriso
Descobre o nosso olhar um paraíso
Num fulgurante e rápido momento.

Da boca sai o cântico e o lamento;
As lindas rosas da manhã diviso
Na tua boca, e em beijos corporizo
O meu desejo rútilo e sangrento…

Folha revolta, arrebatada palma
Do vento impetuoso da paixão,
A teus pés, caindo-te a minha alma,

Arde em mim, Bem-Amada, a ânsia louca
(Para sentir melhor teu coração)
De colar ao teu seio a minha boca…

 


Cândido Guerreiro (Alte - 1871\1953)
(advogado, dramaturgo e poeta pós-simbolista)

 

Imagem - fotografia de Candido Guerreiro editada pela página RUMO AO SUL

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.