Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Calei a saudade

12814758_528396913999373_2706905940403134146_n.jpg

 

Calei a saudade;
Mordaças lhe pus.
Pedindo-lhe calma,
Mais ciso, decoro…
Cantando, hoje choro
Embalando a alma
No brilho da luz
Por detrás da grade.
Memórias de amor,
De ternos carinhos
Da voz murmurada…
Sem ti não há nada;
Nem sonhos sozinhos,
Nem eco, ou vigor.

.
Manuel Neto dos Santos
(Alcantarilha)

Fotografia de Vitor Pina
(Portimão)