Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Da minha janela virada pró mar

11157356_420867361418996_3613071732198914975_o.jpg

 

Nasce o dia sobre o mar
Amanhece o sol em mim
A profunda alegria do olhar
Inunda a minha alma num sem fim

Intenso é o pulsar do meu sentir
Serena a imensidão do mar
Solto o coração e a sorrir
Surpreendo-me num doce embalar

Da minha janela virada pró mar
Envolve-se a areia num breve beijar
As rochas escarpadas suspiram em ais
Salpicos de espuma desenham espirais

E o meu coração
Pequeno demais
Transborda de sonhos
Agora reais
Feitos de vontades
Com ocultos sinais
Marcando caminhos
Em pegadas de sal
Pondo a descoberto
A paisagem que vejo
Da minha janela virada pró mar

Celíssia Pinguinha
(Loulé, 17/01/1959)

Arte - Carvoeiro\Algarve por Olavo Cavaco

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.