Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Depois de ti

11270649_431088503730215_5297805788623650907_o.jpg

 

Depois de ti, é nada,
apenas vazio e fria madrugada,
primavera que não chegou a florir,
sorriso que se cansou de sorrir.
Poema de amor inacabado,
um livro que reli e foi fechado,
rio que secou e não chegou ao mar,
e saudade a morar no meu olhar…
Depois de ti,
não há mais tu e eu,
apenas as lembranças de outro tempo
que do tempo que foi, já se esqueceu.
Do passado , um amor emudecido,
que desejo esquecer e não consigo!
Amar uma outra vez ? Não poderia,
porque depois de ti,
fiquei só eu, e a minha poesia!

Alcina Viegas
(Tavira)

Fotografia de Isaura Almeida
(Faro)