Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Escrevo pássaros

11312927_10200500562313116_7689113596701987127_o.j

 

Escrevo pássaros e nada sei
do corpo deles nem das suas
inclinações – nada sei do amor
tão pleno de falsificações. Se canto,
se escrevo assim às escuras da noite
do meu lençol
é porque não sei incorporar
os ruídos, as veredas da casa
nem olhar para o lado
e ver por dentro
o rosto da amada, o sono
da filha – os ritmos da morte
que dão e só eles são
sabor
à passagem do tempo.


Casimiro de Brito, em “Livro das Quedas”

(Casimiro Cavaco Correia de Brito (Loulé - Algarve, 14 de janeiro de 1938) - Poeta, ensaísta e ficcionista português.

Fotografia de Pedro Cabeçadas