Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Janeiro Frio

15977177_670116793160717_3328667488034194812_n.jpg

 

Vai frio o janeiro, vai ventoso e frio.
De muitas maneiras, de fio a pavio,

Me fugiu a sorte, sem pena e sem dó,
No Ano findado, que Deus já levou.
Eu gosto da vida, mas nem sempre só.
Não vou me queixar, porque o rio secou,

Mas pena eu tenho das asas partidas,
Dos sonhos roubados por almas impuras,
Que forças me deram, mas foram perdidas
No salto que dei pra chegar às alturas.

O motor das guerras é sempre o dinheiro,
Poder e ganância, que são crueldades.
Das lutas da vida, eu sou prisioneiro
E a feira do mundo só vende vaidades.

Faro, 05-01-2017
Tito Olívio

Fotografia de Jose Manuel Guerreiro Guerreiro

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.