Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Mulher(es)

2.jpg

 


Mulher(es)
são
flores
bordadas
a
ponto
de
oiro
fino
.
são
planícies
estendidas
num amanhecer por chegar
.
são
dança
suave
de
todos
rios
desaguando
na ternura de mil mares
.
são
caminhos
chuva
serras
seiva escura
cidadelas
astros
estrelas brilhantes
geada invadindo todas as colinas
fogo escorrendo pelos matagais desprevenidos
são asas de abril fecundando a Liberdade
.
ave
pássaro livre
folhagem
papoila rubra
gira-sol
rosmanhinho
cântigo
rosa brava
tecendo mantos de meiguice
céu ondulante num espaço qualquer
.
são
final de tarde
madrigais
alvorecer
horas renovadas
sombra
penumbra
água límpida
fumo branco
ventres rasgados parindo vida
gritos silenciados por palavras
(con)sentidas
escondidas
abafadas
na sombra da sua solidão
.
são
semente
espuma
barca
caravela
pedra gerando linfa
pássaros despertos voando no Abril de amanhã
céu azul onde não há (in)finitos...
.

Poema e arte de Mariana Valente (mariAna)
(Serpa)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.