Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

O silêncio

14680529_618142845024779_5967151305007935149_n.jpg

 

O silêncio
escoa lento
na ampulheta cabisbaixa dos minutos,

ecoa pesado
na fímbria madura e vibrátil das horas,

acama-se sedimentado
no aluvião vencido dos dias repetidos.

O silêncio não é,
do som, uma hibernação,
esse vácuo que perturba ou acalma.

O silêncio é uma condição,
audível ou não, ele é um estado de alma.

Miguel Afonso Andersen, no livro "Mar de Dentro"

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.