Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Oh Alentejo

10996823_388525111319888_2380805047386641433_o.jpg

 

Oh lindo chão, seara louca ... em flor!
Ó mar loiro, nas ondas dos trigais;
de sonhos de poetas imortais ...
és sangue e pó, do humilde, lavrador.

Eu sempre te amarei, e com fervor ...
terra de camponese e maiorais.
Na sombra de montados e olivais,
- eu te rego chorando meu amor ...

Nos quentes remoínhos, do Suão
e no sol a escaldar o teu terrume,
se treme o manto d'oiro, no Verão ...

Alentejo que ao sol és brasa e lume ...
à noite és a cantiga solidão!
Nas vozes, que te embalam, num queixume!? ...


Manuel Lourenço Lopes Monteiro

Fotografia - Pôr do Sol nas Minas de S.Domingos-Alentejo por Bruno Palma

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.