Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Soneto de Verão


11337046_436705936501805_4343988088768961379_o.jpg

 

As palavras dançam na minha cabeça,
tal como as ondas vêm e vão
Umas enformam, outras não
tão logo eu as diga e as esqueça.

Palavras, palavras soltas,
perdidas, sem eira nem beira
são como as vagas revoltas
quando se perdem na areia.

Reajo. Seria um desperdício não usar
numa qualquer composição
o som das ondas do mar.

O som das ondas que vêm e vão
como uma canção de embalar
ou um simples soneto de Verão.

Euridice Cristo
(Olhão)

Fotografia - Praia do Castelejo (Vila do Bispo), de Eurídice Cristo

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.