Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Sou culpado

10917373_389456337893432_158574334448947598_n.jpg

 

Confesso a minha culpa. Sou culpado.
Culpado de te amar perdidamente.
Culpado de esconder de toda a gente
Um grande amor nascido do pecado.

Nasci para sofrer. É o meu Fado.
Confesso a minha dor, sinceramente.
Confesso que desejo ardentemente
Beijar teu corpo fresco, perfumado.

Confesso saber bem que é proibido
Sentir na minha dor algum prazer,
Ter fé no teu amor que sei perdido;

Mas não posso deixar de te querer...
Confesso que não estou arrependido
E que penso pecar até morrer.

Tito Olívio
(Faro)

Fotografia de Laura Azevedo
(Faro)

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.