Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

Sul

P1040824.JPG


Digo-te que a Sul
Gemem as portadas na noite
E há um deslizar de sombras
Encerradas no califado antigo
Onde as mouras tecem fios de ouro
Em tranças de ébano
Sul
Onde invento toucados de algas
Colares de búzios
E pérolas de sal
Evocando a leveza do tempo
De caminhos perfumados de alfarrobas
Onde o calor esfarela o ocre da terra
E onde os pássaros tombam de cansaço
Sul
No incêndio das praias à tarde
Ainda o bafo morno
Do vento suão a entorpecer-nos os gestos
Ainda a audível música do sol
a pulsar no mar
Ainda o tear do sonho
A entretecer-se
No tela da vida.

Graça Maria Teixeira Pinto.


Fotografia de Laura Almeida Azevedo

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.