Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL em 13.02.18

Cheiros da Serra (Monchique)

 O sol na serra cheira a alecrim, A rosmaninho, urze e azinheira. Ribeira rega o chão como jardim E nos vales perdura a laranjeira.A flor da esteva cobre a ribanceira, Que namora o (...)
RUMO AO SUL em 26.06.17

Valados musgosos

 Ao pé dos valados musgosos, poderá não haver sol mas haverá, sempre, poesia... Ao pé dos valados musgosos, poderá não haver nem um pássaro, nem a resina dos pinheiros, mas haverá (...)
RUMO AO SUL em 26.04.17

Lenda de Estoi

 Diz a tradição antiga,Que é a voz do nosso Povo, Que, ao rumor duma cantiga, O que é velho é sempre novo.Só por isso, eu vou narrar O que alguém a mim contou, Numa noite de luar Que há (...)
RUMO AO SUL em 29.01.18

Lenda da Ria Formosa

 No tempo antigo de Gharb mourisco, um cristão corria riscos e vivia perigos e a própria natureza emudecia, perdia cor e brilho sob a Lei moura. Nos seus grandes castelos ao longo do Litoral, (...)
RUMO AO SUL em 24.05.17

Sou algarvia e vivo à beira-mar.

Aqui neste Algarve cheio de sol e luz marquei um dia o meu destino numa terra de humildes e heroicos pescadores – a Fuseta. Aldeia piscatória onde decorreu a minha infância, que conheceu (...)