Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL em 13.02.18

Uma Tela

 Colado à fragrância da rosa o movimento do ser que dança e flutua negando a gravidade nesse singular momento no espaço e no tempo flor e ser são já eternidade Josefa Lima (Vila Real (...)
RUMO AO SUL em 13.02.18

A Palavra

 Entre os dedos volantes do silêncio e da água nasceu a palavra A palavra é a minha nudez pela palavra liberto-me da canga que resta no pescoço já roçado Josefa Lima, no livro " No Sul (...)
RUMO AO SUL em 05.10.17

Serei

 Serei minúscula gota de águana garganta de uma aveou na corola de uma florserei incandescente poalhana cauda de um cometae aterrarei no magma adormecido numa praia qualquerserei minúsculo grão
RUMO AO SUL em 26.08.17

Fragas

 Nas fragas nascem todos os princípios No dançar das águas toda a plenitudeSérgio Brito...Partem as gaivotas das mais altas fragas no seu voo picado mergulham no mar vão ao mais profundo (...)
RUMO AO SUL em 24.02.17

Na rota das gaivotas

   Na rota das gaivotas há linhas cruzadas nos voos bisados da proa à popa Há um frémito incessante Há gritos estridentes no lançar e recolher das redes… são homens são aves
RUMO AO SUL em 03.01.17

Um Conto de Natal

1984Quando a noite chegava, levava o banquinho para a porta da rua e, enquanto a avó acabava uma camisola para o seu tio Miguel, que andava na tropa, entretinha-se a embalar a sua Nila. Era (...)
RUMO AO SUL em 13.02.18

Quem sabe...

 Quem sabe o que pensam os homens na crista das ondas de um tempo esquecido sem o astrolábio que os leve a bom porto… Josefa Lima, no livro “Confluências” (Vila Real de Santo António)
RUMO AO SUL em 13.02.18

Celebração

 Que a minha ínfima essência Atravesse o mar E o mar me embale e me cubra Com a sua transparência E o meigo sol Alegre a minha eternidade E as gaivotas me tragam O riso das crianças Que a (...)
RUMO AO SUL em 01.10.17

Outono

 Na mesma fusão de sentimentos fita no alvo firme à minha frente vou deixando pelo caminho lentamente a alegria do meu coração menino. Será o outono o culpado? Dizem que no cair da folha (...)
RUMO AO SUL em 24.02.17

O Pardal do Marble Bar

 Com as finas patas Saltinhos de luxo Mil migalhas cata O pardal gorducho E de salto em salto Feliz e contente Vai enchendo o papo Indiferente à gente Para o ano que vem Pela primavera
RUMO AO SUL em 23.01.17

A luz

A luz apaga todas as arestasAviva a Cal que cobre os habitáculosO silêncio regressa das entranhas do marJosefa de Lima, em “Pulsações” - 2008 (Vila Real de Santo António)Fotografia - (...)
RUMO AO SUL em 03.01.17

Fantasia de Natal

 Já tive belos Natais Pinheiros de fantasia Muitas loiças e cristais Muita, muita alegriaMuitas festas e vestidos Muitas rendas, muitos laços Já tive muitos sorrisos Muitos beijos e abraçosMi (...)