Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL

RUMO AO SUL em 29.01.18

Filhos da Terra

 Começo o dia a fazer gestos supérfluos mas de que me sustento: Digo “Bom dia” às flores da casa e da varanda mesmo às urtigas que aí agora proliferam. Não, não as extermino.
RUMO AO SUL em 26.08.17

Escrito na areia

 Tentei afogar no mar as súbitas ideias negras pássaros nocturnos pesando nos ombrosOlho-os a estrebuchar nas águasDeus queira que não saibam nadar!Teresa Rita Lopes (Faro)Fotografia de (...)
RUMO AO SUL em 03.09.17

Viver em verso

É verdade, Antónia: de tudo faço versos: é só parar, respirar fundo as humildes coisas em redor e deixar que eles me poisem nos ombros. Desde que gostosamente me recolhi no claustro dos (...)
RUMO AO SUL em 24.02.17

Sou daqui

 Bichos somos de um certo chão o único em que nossos passos encontram seu verdadeiro sítio e som e ritmo e nossos sentidos desabrocham suas mais íntimas pétalas. Sou daqui. Só aqui pertenço